sábado, 24 de junho de 2017

Causa e Efeito


    Quantas vezes bloqueamos a espontaneidade das crianças, esquecendo-nos do quanto isso nos doeu na nossa infância... Quantas vezes exigimos mais maturidade dos adolescentes sem lembrarmos o que passamos quando nos exigiram isso...

Quantas vezes nos queixamos dos colegas de trabalho e não nos perguntamos se eles também têm queixas sobre nós... Quantas vezes nos irritamos nas ruas sem perceber que nossa irritação também causa mal aos outros...

Quantas vezes queremos implantar paz na família expressando-nos aos berros... Quantas vezes esperamos dos nossos parceiros o que não estamos dispostos a dar-lhes...Quantas vezes esperamos dos nossos filhos o que não demos aos nossos pais...

Quantas vezes esperamos dos nossos pais o que não damos aos nossos filhos... Quantas vezes perdemos a paciência com idosos, esquecendo que a velhice chega para todos...

Quantas vezes repelimos animais e nos comportamos como seres irracionais... Quantas vezes pedimos aos amigos coisas que não gostaríamos que eles nos pedissem...

Quantas vezes, na maior parte da vida, deixamos a vida passar sem senti-la no coração... Afinal, quantas vezes você já pensou em reverter tudo isso?

Uma sugestão: que tal hoje? 

Arquivo Mental

Com que tipo de informações você alimenta o seu arquivo mental?
Se ainda não havia pensado nisso, vale a pena meditar sobre o assunto, pois é de sua bagagem mental que depende a sua paz íntima.
Quando você abre o jornal, logo cedo, o que você costuma buscar primeiro? As boas notícias, a página policial, os exportes?
Se chega a uma sala de espera e percebe sobre a mesa vários tipos de revistas, qual delas você escolhe?
Ao ligar a TV, que tipo de programação assiste?
Ao navegar pela Internet,quais os assuntos de sua preferência?
Dos acontecimentos diários, das cenas que presencia, das paisagens que vê, o que você costuma observar com mais atenção e guardar no seu arquivo mental?
Talvez isso lhe pareça sem importância, mas, na verdade, de tudo isso dependem as suas atitudes, as suas emoções, a sua vida.
Como você é o que pensa e sente, todas as suas reações dependem das informações que acumula no dia-a-dia.
Se costuma guardar sempre a parte boa, positiva, nobre, quando alguma situação lhe toma de assalto, irá agir com lucidez, tranquilidade e nobreza.

Mas, se ao contrário, procura alimentar sua mente com as desgraças, os fatos negativos, os desequilíbrios e as desarmonias humanas, terá uma reação correspondente ao seu ambiente mental.
Assim, se deseja manter, em qualquer situação, a harmonia íntima, é saudável buscar alimentação condizente com seus propósitos.
Quando abrir o jornal, busque alguma coisa que lhe ofereça leitura agradável, sadia.
Se você pode escolher entre várias revistas, opte por aquela que lhe possibilite reflexões nobres, que lhe enriqueça os conhecimentos acerca da vida.
Se tem tempo para navegar pela internet, não se detenha nas páginas de teor deprimente ou conteúdo duvidoso. Não faça de seus arquivos mentais uma lixeira.
Busque deter-se nas melhores imagens que compõem a paisagem por onde passa.
Pense que os problemas existem, que as misérias humanas são uma realidade, que os fatos deprimentes poluem a Terra.
Mas considere também que, se você não pode mudar uma situação, não há motivo para carregá-la em seu arquivo mental.
Por essa razão, busque sempre a melhor parte.
Ao levantar-se pela manhã, olhe a sua volta o que tem de melhor.
Observe o amanhecer, as cores que a natureza traz,
as paisagens que o dia lhe oferece.
Contemple a lua, mesmo sabendo que sob o luar
existe a violência, a injustiça, a dor...

Admire o pôr do sol, ainda que tema os perigos que surgem com a escuridão.

Observe com atenção o inverno,
mesmo que a paisagem não lhe pareça agradável,
pois é a vida que dorme para surgir,
ainda mais exuberante, com a primavera.
Detenha-se um pouco para observar o sorriso
de uma criança, mesmo que o descaso
com a infância seja uma realidade.
Agindo assim, ao final de cada dia você terá uma boa razão para agradecer pelas oportunidades vividas.
A sua vida íntima é alimentada, basicamente, por tudo aquilo que você mais valoriza.
Assim, se deseja nutrir a esperança, alimente a sua intimidade com os valores nobres.

E, se você quer construir a paz, enalteça-a com alimento correspondente, escolhendo sempre a parte boa de tudo o que o rodeia.
AUTOR DESCONHECIDO

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Bons Fluidos...


Equilibrio...


Equilíbrio é a habilidade de olhar para a vida a partir 
de uma perspectiva clara
  fazer a coisa certa no momento certo.
Uma pessoa equilibrada será capaz de apreciar a beleza e 
o significado de cada situação seja ela adversa ou favorável.
Equilíbrio é a habilidade de aprender com a situação e de 
prosseguir com sentimentos positivos. 
É estar sempre alerta, ser totalmente focado, e ter uma visão ampla.
Equilíbrio vem do entendimento, humildade e tolerância.
 O mais elevado estado de equilíbrio é voar livre de tudo e, 
ainda assim, manter-se firmemente enraizado na realidade do mundo.

Brahma Kumaris

segunda-feira, 15 de maio de 2017

Mantra de Agradecimento


quinta-feira, 4 de maio de 2017

Mantenho a Saúde do meu corpo

Estou sempre descobrindo novas formas de melhorar minha saúde.
Mantenho a saúde do meu corpo dando a ele tudo o que precisa em todos os níveis.
Prefiro alimentos que são bons para o meu corpo. Amo cada célula do meu corpo.
Seu corpo se dedica da melhor forma possível a criar uma saúde perfeita.
Equilibro minha vida entre trabalho, descanso e diversão. Dedico um tempo igual para todos.
Faço escolhas saudáveis. Eu me respeito.
Confio em minha intuição. Presto sempre atenção para ouvir aquela voz interior.
Durmo o bastante todas as noites. Meu corpo gosta do modo como cuido dele.
Faço com amor tudo o que posso para ajudar meu corpo a manter uma saúde perfeita.
Sei que tenho um anjo da guarda especial que cuida do meu corpo. Recebo orientação e proteção divinas o tempo todo.
Estou livre de dor esofrimento, sinto-me totalmente em sintonia com a vida.
A cura acontece! Desligo minha mente e deixo que a inteligência do meu corpo promova seu trabalho de cura naturalmente.

Sou grato(a) por estar vivo hoje. É uma alegria e um prazer viver outro dia maravilhoso!

Por:Louise Hay

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Nunca Desista da Vida!!!

Sorria, já não há mais para que chorar A tempestade já se acalmou Olhe pro céu lá fora e veja o dia que surgiu Assim é bem melhor, não há o que temer A vida nos ensina ainda tem muito o que aprender Esse é o sinal. Não se sinta só. Existe alguém torcendo por você. Acenda essa luz. Decida se ver. Com os olhos que Deus olha pra você. Nunca desista da vida Tudo é possível ao que crê Sempre existe uma saída Deus não se esqueceu de você

Namastê

quarta-feira, 5 de abril de 2017

Saúde Emocional

Pergunta a Osho: 

Eu reparei que, quando sinto raiva, tristeza ou preocupação, 
ela se reflete numa sensação física no estômago, 
no plexo solar. Às vezes, se estou muito perturbado, 
esse sentimento é tão forte que 
tenho dificuldade para dormir e não tenho vontade de comer. 
Você pode falar a respeito?



Todo mundo está carregando um bocado de lixo
no estômago, porque esse é o único espaço do corpo 
em que você pode reprimir as coisas. 
Não existe outro. Se você quer reprimir alguma coisa, 
você tem de fazer isso no estômago.

Você quer chorar — a sua mulher morreu, 
a pessoa amada morreu, um amigo seu morreu 
mas chorar não parece adequado. 
Se chora a perda de alguém, é como se fosse fraco, 
então você reprime o choro. 
Onde você vai pôr esse choro?

Naturalmente, tem de reprimi-lo no estômago. 
Esse é o único local disponível no corpo, 
o único local oco onde você pode armazenar as coisas.

Se você reprime no estômago...
 E todo mundo reprime esse tipo de emoção 
— amor, sexualidade, raiva, tristeza, choro e até risadas. 
Você não pode dar uma boa gargalhada, 
isso parece rude, vulgar. Em muitas culturas, 
se a pessoa dá uma boa gargalhada, 
significa que ela não tem educação. 
Então você reprime tudo.

E por causa dessa repressão você não consegue 
respirar fundo, a sua respiração é superficial. 
Se você respira fundo, essas feridas 
causadas pela repressão liberam energia. 
Você fica com medo. 
Todo mundo tem medo da respiração abdominal.

Toda criança, quando nasce, respira pela barriga. 
Olhe uma criança dormindo; 
a barriga sobe e desce, não o peito. 
Nenhuma criança respira com o peito; 
elas respiram com a barriga. 
Elas são completamente livres, nada as está reprimindo. 
O estômago delas está vazio de repressão, 
e esse vazio tem uma beleza no corpo.

Quando o estômago tem muita coisa reprimida,
 o corpo se divide em duas partes, a inferior e a superior. 
Você deixa de ser um só e passa a ser dois. 
A parte inferior é descartada. 
A unidade é perdida; surge uma dualidade no seu ser.

Você pode até ser bonito, mas não é mais gracioso. 
Você está carregando dois corpos em vez de um 
e sempre haverá uma lacuna entre os dois. 
Você não consegue andar com graciosidade, 
parece que tem de carregar as pernas.
 Na verdade, quando o corpo é um só, as suas
 pernas é que carregam você. 
Se o corpo está dividido em dois, então é você 
que tem de carregar as suas pernas.

Você tem de arrastar o corpo, como se ele fosse um fardo. 
Você não consegue fazer uma boa caminhada, 
não consegue dar umas boas braçadas na água, 
não consegue apreciar uma boa corrida 
— porque o corpo não é um só.

Para fazer todos esses movimentos, e apreciá-los, 
o corpo precisa ser reunificado. 
É preciso criar um uníssono outra vez; 
o estômago terá de passar por uma limpeza completa.

Para fazer essa limpeza no estômago, é necessária 
uma respiração muito profunda, porque, 
quando você inspira e expira profundamente, 
o estômago joga fora tudo o que ele está carregando. 
Nas expirações, o estômago se esvazia.

Por isso é tão importante uma respiração profunda. 
A ênfase deve recair nas expirações, 
de modo que o estômago possa se livrar d
e tudo o que ele está carregando desnecessariamente.

E, quando o estômago não está mais carregando 
emoções dentro dele, se você tiver constipação, 
de uma hora para outra ela também desaparecerá. 
Se estiver reprimindo emoções no estômago, 
haverá constipação porque o estômago 
não está funcionando livremente. 
Você está exercendo um controle profundo sobre ele; 
não lhe dá liberdade.

Portanto, se as emoções forem reprimidas, haverá constipação. 
A constipação é uma doença mais mental do que física; 
ela pertence mais à mente do que ao corpo.

Mas, lembre-se, eu não estou dividindo a mente e o corpo em dois. 
Eles são dois aspectos do mesmo fenômeno.
 Mente e corpo não são duas coisas separadas; 
o seu corpo é um fenômeno psicossomático. 
A mente é a parte mais sutil do corpo, 
e o corpo é a parte mais grosseira da mente.

E eles afetam um ao outro; andam juntos.
 Se você estiver reprimindo alguma coisa na mente, 
o corpo começará uma jornada de repressão. 
Se a mente liberar alguma coisa, o corpo também liberará. 
É por isso que eu enfatizo tanto a catarse nas meditações 
que desenvolvo. 
A catarse é um processo de limpeza.


Fonte: Osho, em "Saúde Emocional: Transforme o Medo, a Raiva 
e o Ciúme em Energia Criativa"

Pulseira Shambala


Shambala, na tradição budista Tibetana, é um vale perdido, um lugar místico ou real a ser encontrado entre o Himalaia e do deserto de Gobi representando cerca de Forma de paraíso. Também representa o chakra do coração ou a natureza de Buda, e a sabedoria humana básica. Os nós têm muito significado na tradição budista tibetana, pois representam interconectividade e perfeição, especialmente quando são sinetricos. Amarrar nós é uma forma de meditação....

A MISSÃO

Cada "Filho do Sol" é um "Trabalhador da Luz", aquele que veio para este mundo com a nobre missão de difundir a Luz entre os seus semelhantes. Todos estão sendo convocados para a maior acção coletiva na História da Humanidade, que deverá atuar com base em uma ética planetária e um grande amor pela Mãe Terra.Cada ser humano é um reposítório de conhecimentos e diferentes habilidades. Todos, sem exceção serão necessários. Ninguém poderá esquivar-se dessa nobre e urgente missão, pois o destino do planeta está em jogo. Cada um de nós, deverá refletir quanto ao que singifica ser um "Trabalhador da Luz", um "Filho do Sol". O primeiro passo da missão será descobrir a si mesmo; o passo seguinte, depois da transformação pessoal, será participar ativamente da transformação do mundo.Mas tudo deverá ser rápido e dinâmico, bem de acordo com a época em que vivemos. Tenha amor por este belo planeta. Ele é a extensão de seu próprio corpo. Destruindo a Terra, destruiremos a nós mesmos. Destruiremos a magnífica Obra Divina!"
Seja a mudança que você quer ver no mundo".

Que o Deus Sol, abençõe suas palavras e ilumine os seus pensamentos...Para sucesso...Para amor...Para saúde...Para felicidade...Que os vossos Caminhos sejam iluminados pelos Grandes Mestres do Universo... Deus está em teu coração e o teu coração está em Deus... Namastê!
Orkutei.com.br